Dicas

Subwoofer em Trio Elétrico, pode ou não instalar?

Instalar subwoofer em trio elétrico perde em qualidade sonora.

Subwoofer em Trio Elétrico: Primeiramente, saiba que o nome trio-elétrico deriva da quantidade de alto-falantes utilizados nesse tipo de provja, ou seja, três. O trio elétrico é composto por woofer, driver com corneta e super-tweeter. Esse tipo de projeto que é tipicamente brasileiro tem como objetivo o ganho de potência para projetos em ambientes abertos.

No entanto, apaixonados pelo SPL dos subwoofers acabam montando projetos de trio elétrico utilizando subwoofers o que não é recomendado. Saiba o porquê da não recomendação da instalação de subwoofers em trio elétrico.

Subwoofer em Trio Elétrico

Subwoofer em Trio Elétrico

Ao adotar um subwoofer ao invés de woofer em trio elétrico, temos consideráveis perdas em alguns sentidos.

1) A resposta de frequência do subwoofer deve casar com o HPF mínimo possível do driver (acima de 1000hz) para que não haja um buraco no áudio. São poucos os casos onde isso ocorre.

2) O amplificador que for tocar o subwoofer no trio elétrico deve também ter resposta de frequência FULL e não ser limitada a 150hz, 250hz ou 500hz como padrão de amplificadores mono de som interno.

3) A caixa do subwoofer para ser usada em trio elétrico deve ser calculada com precisão para responder parecido com um woofer. Tarefa um tanto difícil para não falar improvável.

4) Subwoofer reproduz subgrave em sua essência e foi desenvolvido para tocar em som interno a princípio. Frequências abaixo de 60hz são muito pouco audíveis em ambientes abertos.

5) Woofers trabalham a partir de 60-80hz no geral, onde o áudio passa a se tornar bem audível. Portanto o habitat natural de um woofer é em som para fora.

6) É necessário o uso de um bom crossover específico para trio elétrico, fazer os cortes só no amplificador afetará demasiadamente a qualidade final do áudio, principalmente quando se usa subwoofer ao invés de woofer.

7) Obter respostas a partir de 20hz, 25hz, 30hz em trio elétrico é possível, mas usando woofers de 18″ em caixas enormes que não cabem no porta-malas de um carro de forma geral. Usar subwoofers no lugar não é a solução ideal, embora reproduzam frequências ainda mais baixas que woofers, não vai ser com contundência e as frequências acima de mais ou menos 500hz até seu LPF na média não serão bem reproduzidas.

CONCLUSÃO: O ideal é usar subwoofer apenas em som interno, independente de marca e modelo.

Por: Reinaldo Miyazaki

Ex-diretor técnico da Focal, JL Audio no Brasil e atual diretor técnico da Audiophonic

Via:SABrasil