Passo a passo como tirar a carteira de motorista – CNH

tirar cnh

Para facilitar o processo de quem ainda não passou por essa etapa, listamos todos os passos e esclarecemos as dúvidas mais frequentes sobre o tema. Confira:

O que é preciso

Ter 18 anos completos, saber ler e escrever e possuir RG e CPF. Há alguns projetos de lei que propõem 16 como idade mínima, a exemplo do que acontece nos EUA, mas ainda são apenas estudos.

O primeiro passo

Ir até o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) da sua cidade e fazer o cadastro biométrico. Em muitas cidades, em vez de Detran há o Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito). O cadastro tem que ser feito pessoalmente, porque inclui o registro das impressões digitais. Em algumas cidades, também é possível fazer esse cadastro no Poupatempo.

Exames

Concluído o cadastro, o candidato recebe autorização para fazer os exames médicos e psicotécnicos em clínicas autorizadas pelo órgão de trânsito da cidade. Os endereços dessas clínicas podem, em geral, ser consultados no site do Detran local. Há uma taxa a ser paga, que varia de acordo com a cidade. Em média R$ 45 por exame.

Exame médico ou exame de aptidão física

Verifica as condições do candidato: teste de visão, pressão, e eficiência motora. “O médico pode ‘reprovar” o candidato caso verifique algum problema grave, como epilepsia, por exemplo. Ele também pode limitar o período para uma nova avaliação”, diz Claudinei Sales.

Exame psicotécnico ou de aptidão mental

É uma avaliação da condição psicológica e emocional. Alguns candidatos ficam muito nervosos e acabam sendo reprovados. Nesse caso, basta marcar novo teste (não é preciso pagar novamente).

Necessidades especiais

Tanto o exame de aptidão física como mental devem  ser feitos por médico credenciado para atender pessoas com restrições. É ele quem determina as adaptações necessárias ao veículo.

Curso teórico

Com a aprovação dos exames, o candidato terá que se inscrever num Centro de Formação de Condutores (CFC) para fazer o curso teórico. São obrigatórias 45 horas/aula. O custo varia muito, mas, em média, não passa de R$ 250. O conteúdo do curso é relacionado a práticas de direção defensiva, noções de primeiro socorro e legislação de trânsito (sinalização). Caso seja aprovado, o candidato pode começar as aulas práticas. Se for reprovado, pode marcar novo exames, sem custos, após 15 dias.

Curso prático

São obrigatórias 25 aulas práticas feitas em autoescolas credenciadas. Dessas, quatro devem ser noturnas. O candidato pode fazer três delas em simulador, caso a autoescola possua um. Ao todo são permitidas oito aulas em simulador (três diurnas e cinco noturnas). A despeito do planejado, o simulador não é obrigatório.

Teste prático

Após as aulas obrigatórias, a autoescola gera um certificado da carga horária e habilita o candidato a escolher uma data do exame prático. Caso seja reprovado, não é preciso fazer mais aulas, basta marcar novo exame após 15 dias.

Custo
Além das taxas dos exames médicos e psicotécnicos e do custo do curso teórico, o candidato terá que arcar com valores de em média R$ 1.300, que incluem as aulas práticas e o exame.

Validade

A primeira habilitação é uma autorização temporária, válida por um ano. Se o motorista não tiver nenhuma multa grave e apenas, no máximo, uma multa média (quatro pontos), pode obter uma CNH definitiva, que vai valer por mais quatro anos. Caso o motorista tenha uma multa grave ou ultrapasse os quatro pontos, terá a carteira suspensa e, para obter outra, será obrigado a começar o processo de novo, desde o início. Até os 65 anos, a CNH deve ser renovada a cada cinco anos. Após essa idade, a validade passa a ser de três anos.

Tipos de habilitação

A: Motos
B: Carros de passeio
C: Caminhões
D: Ônibus e vans (com passageiros)
E: Veículos com unidades acopladas(carretas)
A primeira CNH só pode ser retirada nas categorias A ou B. Há uma opção de tirar as duas categorias simultaneamente — mas, nesse caso, é preciso fazer mais 25 horas/aula. Quem já possui a CNH categoria B, pode tirar, depois de um ano, a categoria C ou D e, após mais um ano, a categoria E — mas é preciso, para avançar em cada categoria, mais 25 horas/aula.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *