Ligar e desligar manualmente o automóvel em para de trânsito o danifica?

ligando o carro

LIGAR E DESLIGAR MANUALMENTE O AUTOMÓVEL EM PARADAS DE TRÂNSITO GARANTE A MESMA ECONOMIA QUE A GERADA PELO SISTEMA START-STOP?

Na realidade até existe a economia, porém, podem causar danos no motor de partida, devido ao fato do veículo não ser preparado para tantas partidas em sequência. Além disso, outra diferença consiste no fato de que todos os outros equipamentos que estiverem ligados, como o ar-condicionado, limpadores de para-brisa e sistema de áudio, por exemplo, também serão desligados, o que, a rigor, não ocorre nos modelos equipados com o start-stop, diz o especialista, que desaconselha a ideia.

Marcus Vínicius Aguiar, diretor da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA) explica que a tecnologia requer um sistema elétrico mais robusto – bateria, alternador e demais peças. “No trânsito, o desligamento e a partida em excesso em veículos que não foram projetados para esse fim podem causar danos e redução de durabilidade da bateria, do alternador e outros componentes do sistema”. Aguiar lembra que o tempo de partida do sistema start-stop também é muito inferior ao que o condutor conseguiria obter manualmente com um veículo comum, o que até poderia prejudicar o tráfego.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *