Excesso de eletrônicos prejudica a vida útil da bateria do veículo

painel equipado

Diante de todas os componentes eletrônicos que são lançados diariamente no mercado, seja para proporcionar maior segurança e conforto a bordo de seus veículos, como GPS, câmera de ré e sistema de som, poucos sabem que esses componentes consomem bateria causando um impacto na parte elétrica do automóvel. “A principal causa de pane na bateria é o excesso de consumidores nela instalados, provocando a descarga de energia”, alerta o coordenador de Assistência Técnica da Heliar, Adelmo Leite.

Diante disso, antes de começar a equipar o veículo é necessário verificar a capacidade de carregamento do seu alternador e também a capacidade da sua bateria. A capacidade média do alternador e da bateria de um veículo popular, quando sai da fábrica, é entre 60 e 90 Ah (amperes). Para se locomover, o automóvel consome cerca de 30 Ah. Já itens convencionais, como vidro elétrico e ar condicionado, quando acionados, demandam respectivamente, 10 e 13 Ah. Sistema de som, câmera de ré, aparelho de DVD, GPS, e TV, consomem 1,5 Ah, cada.

O motorista irá notar que está tendo problemas na bateria assim que começar a ter dificuldades para dar a partida no veículo. A solução desse problema é a troca de ambos os equipamentos, ou seja, outro alternador e outra bateria mais potente, caso o sistema de sonorização seja muito potente, irá precisar de baterias auxiliares.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *