Dicas mecânicas

É preciso esquentar o motor antes de sair? mito ou verdade

Essa é uma dúvida de muitos, pois somente alguns são adeptos a deixar o carro esquentar antes de sair. Então, é verdade ou mito que é necessário fazer isso todos os dias?

Saiba que algumas das peças do motor dilatam com assim que a temperatura do motor vai aumentando, mas isso não acontece instantaneamente. Por exemplo, os pistões feitos de liga de alumínio dilatam mais rápido do que o bloco do motor, geralmente de ferro fundido. Assim, nos primeiros minutos, os pistões exercem uma pressão maior sobre os anéis, que por sua vez pressionarão as paredes dos cilindros, gerando um desgaste maior.

Então, É VERDADE, esquentar o motor antes de sair é uma boa.

E porque essa necessidade não consta no manual do veículo na parte “cuidados do motorista”. Simples, devido as novas tecnologias com que os motores são construídos o aquecimento acontece de forma muito rápida, logo chegando a temperatura ideal (90º).

Outro ponto são as novas tecnologias, por exemplo dos motores TSI da Volkswagen, com 2 sistemas de arrefecimento: um controla a temperatura da parte superior do motor (cabeçote) com uma válvula termostática, e um outro controla a temperatura do bloco do motor por meio de outra válvula. Estes sistemas permitem chegar mais rápido à temperatura ideal, assim como resfriar de forma mais eficiente, quando necessário.

Minha dica é a seguinte: aguarde 2 minutos antes de colocar o carro em movimento, espere pelo menos o ponteiro da temperatura se movimentar até um quarto do seu percurso, e nada de grandes acelerações até que a temperatura chegue aos 90 graus.

Se você for bom de ouvido, poderá notar que o nível de ruído do motor vai diminuindo conforme o aquecimento. Alguns modelos, como o Honda HR-V, possuem uma indicação de motor frio, sugerindo que o motorista não afunde o pé no acelerador enquanto a luz estiver acesa.