Dicas para não comprar carro usado batido

leilao de carros batidos 5

Confira a seguir dicas para identificá-los e veja no vídeo acima os principais pontos a serem checados:

Teto recuperado
Ele é parte integrante da estrutura do carro. Para ter ideia de sua importância, imagine uma caixa de sapato sem a tampa. Assim, a caixa perde a rigidez. O veículo com o teto recuperado de forma inadequada pode comprometer a estrutura do carro. Verifique o brilho da pintura e compare a tonalidade da cor do teto em relação às outras partes do carro. Se encontrar um teto repintado, é bom olhar com mais atenção para os itens abaixo.

Desalinhamento das portas
Carros que sofreram danos estruturais e não foram reparados adequadamente perdem o alinhamento nas portas, no capô do motor e no porta-malas. Verifique se os vãos entre as portas estão iguais. Abra e feche todas para saber se é preciso fazer força no movimento. Se fecharem com dificuldade, algo está errado. Pode ser apenas falta de regulagem, mas também uma estrutura desalinhada.
 
Vidros com numeração diferente
Veículos reparados em empresas “fundo de quintal” colocam vidros adquiridos em desmanche ou mesmo instalam vidros sem remarcá-los. Cheque se todos os vidros estão com a mesma numeração e se o formato de gravação é igual em todos. Lembre-se que eles também podem ser substituídos em caso de vandalismo. Caso encontre um vidro com problemas, fique alerta.

Longarina soldada
Se a longarina (estrutura que confere resistência à carroceira) foi soldada, é um grande indício de que o veículo sofreu um impacto forte. Um reparo mal efetuado pode causar um problema eterno na geometria da suspensão, gerando instabilidade em altas velocidades e desgastes irregulares dos pneus.
 
Eixo traseiro torto
Quando sofrem fortes colisões laterais, as rodas traseiras podem ficar tortas devido à torção ou pode haver o empenamento do eixo traseiro. Portanto, desconfie de pneus traseiros desgastados irregularmente. Para ter certeza de que houve algum dano, é necessário levar o veículo para fazer o alinhamento traseiro.
 
Coluna das portas danificada
As colunas, estruturas verticais que sustentam o teto do veículo, também são elementos que, quando danificados, comprometem a rigidez da carroceira. Verifique se existem sinais de repintura, respingos de massa ou de reposicionamento das travas das fechaduras ou das dobradiças das portas que ficam atreladas às colunas.

Assoalho refeito
Grandes colisões costumam afetar o assoalho do veículo. Infelizmente, o carpete cobre qualquer sinal de retrabalho, por isso você terá que fazer uso de uma lanterna e olhar o assoalho por baixo do carro à procura de retrabalhos e pinturas mal feitas.
 
Número do motor
Todo veículo que sai de fábrica possui um número de motor registrado no Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Com um decalque retire esse número e faça uma consulta ao órgão estadual. Se o número não for o mesmo, é sinal de que por algum motivo esse motor foi substituído. Para regularizar essa documentação será preciso ter a nota fiscal de compra. Sem essa regularização, você não conseguirá fazer o seguro do carro. Agora, se o motor foi trocado, é indispensável fazer uma verificação nas longarinas.
 
Laudo de empresas especializadas
Se você achou muito difíceis as dicas anteriores, há no mercado algumas empresas que fazem esse trabalho por você. Uma sugestão é fazer a cotação do seguro antes de comprar o carro. Se ele já tiver um histórico que o desabone, as companhias de seguro não aceitarão uma nova apólice. Boa compra!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *