Dicas para montar seu sistema de som automotivo de Alta Voltagem (High Voltage)

sistema de som alta voltagem

Dimensionamento em projetos de alta voltagem (high voltage)

1º Dimensionar os alto falantes Potência/Quantidade

Primeiro passo de nosso sistema é definir quais alto falantes vamos utilizar e sua quantidade. Não podemos esquecer de definir sua impedância e levar em consideração o espaço físico disponível para alto falantes. Todo o sistema deve ser projetado de acordo com o tamanho que o veículo possui. Faça o cálculo, verifique a impedância total e a potência necessária para todos os alto falantes.

2º Dimensionar a quantidade de baterias

Após definirmos a quantidade de alto falantes e sua impedância, sabemos o quanto de potência precisamos para amplificar todos os alto falantes. A maioria dos fabricantes recomendam aplicar até o dobro da potência RMS de cada alto falante. Essa potência se chama musical e é encontrada no manual do produto.

Exemplo: 8 alto falantes de 1000W RMS (2000W musical) de 4 ohms. Precisamos de uma potência de 16000W RMS para os 8 alto falantes, portanto precisamos utilizar 10 baterias na série para alimentar os 8 alto falantes e obtermos a potência desejada.

Para sabermos qual será a corrente mínima do banco de baterias utilizamos outra tabela, na qual mostra a corrente mínima que o amplificador precisa para entregar a sua potência nominal. Essa tabela pode ser encontrada no manual do produto.

3º Como equalizar o banco de baterias

Toda vez que um sistema HV for instalado, deve-se efetuar a equalização das cargas das baterias, realizando a ligação de todas elas em paralelo com um cabo de 25mm ou mais e efetuar uma carga completa. Essa carga deve durar vinte e quatro horas com uma amperagem de 10% do total da soma da corrente de todas as baterias. Se neste período a carga ainda não estiver completa, mantenha a fonte ligada até que esteja terminada. A tensão máxima de carga varia de acordo com a construção de cada bateria, mas podemos levar em consideração a tensão de 14,4V como base. Assim que essa tensão for atingida em todas as baterias durante a carga, consideramos que elas estão completamente carregadas.

Efetuando este método diminuímos ao máximo de variação que teremos quando efetuarmos a ligação das baterias em série. Se esse trabalho não for realizado, as baterias ficarão com níveis de cargas diferentes. Com o uso e os ciclos de carga e descarga, pode ocorrer que algumas baterias ficarão sem carga e outras com tensão acima do limite máximo, gerando perda de eficiência e até danos às mesmas. Porém, mesmo realizando essa equalização, o sistema deve ser verificado periodicamente. Sempre que se perceber desníveis de tensão entre as baterias da série com diferença de 0,2V quando em repouso, um novo procedimento de equalização se fará necessário.

4º Ajustar a melhor disposição para interligar a série de baterias

Outro passo muito importante é a disposição das baterias. Deve-se estudar a melhor posição de instalação delas. Normalmente o melhor posicionamento fará com que os cabos fiquem mais curtos, evitando perdas e reduzindo o custo, já que os cabos são um grande peso no valor de montagem de um bom sistema de som. Preferencialmente iniciar a série com o terra o mais próximo possível dos amplificadores e fazer a interligação das baterias de forma que o positivo também termine próximo ao amplificador. Geralmente as baterias são interligadas em forma de ferradura onde positivo e negativo irão se encontrar próximos à fonte de energia a qual iremos alimentar.

5º Dimensionar todos os sistemas de proteção

Com a disposição das baterias devidamente definida, devemos tomar algumas precauções sobre as proteções de fusível/disjuntor do sistema. Deve-se sempre verificar o manual do produto no qual vai indicar qual será o equipamento e a corrente necessária para a proteção do sistema.

6º Dimensionar a ligação dos alto falantes

Sistemas que utilizam amplificador HV são de alta potência, portanto é primordial dimensionar a forma de ligação ideal para que a potência chegue por igual em todos os alto falantes. Utilizar a bitola do cabo de saída recomendado pelo fabricante, no qual o ideal seria utilizar um barramento ou distribuidor para unir o cabo do amplificador aos cabos dos alto falantes. Utilizar todos os cabos do mesmo tamanho até o ponto de união. Isso garante que a impedância dos fios seja a mesma em todos os alto falantes.

7º Efetuar todas as conexões no amplificador

O próximo passo será efetuar todas as conexões no amplificador, incluindo a conexão RCA, alimentação 12V e remoto. Garantir que todas as conexões foram muito bem fixadas e que não ocorra nenhum tipo de vibração no qual possam se soltar. Efetuar a ligação dos cabos dos alto falantes sempre tomando o cuidado de não deixá-los próximos aos demais cabos RCA, 12V, terra e remoto.

8º Iniciar a ligação em série

Nesta etapa é preciso tomar o máximo de precaução para efetuar a ligação das baterias em série. Não se deve ligar o terra comum em primeiro momento, ele será a última conexão a ser feita. Interligar conjuntos de 4 baterias, deixando sem conexão o próximo conjunto. Após o término da ligação de todas as baterias, ligar os disjuntores nas séries de 4 baterias deixando-os sempre desligados. Após interligar o terra comum do 12V com o negativo do sistema HV. Assim temos o mesmo ponto de terra em ambos os sistemas 12V e HV. Recomendamos que não aterre o sistema na carcaça do veículo a fim de evitar choques elétricos.

Para esse procedimento, use sempre luvas de borracha específicas para eletricidade, camisa e calças compridas e de preferência isole a sua chave de boca para evitar curto circuito entre os polos das baterias. Recomendamos também que o profissional tenha capacitação para tal procedimento. Por se tratar de alta tensão e altas correntes, em caso de acidente, o mesmo pode ser fatal. Não inicie o trabalho se não possui qualificação técnica para essa função e recomendamos que o profissional tenha o curso de NR10 como instrui a legislação.

A bitola do fio utilizado deve respeitar a exigência do manual e deve conter 100% cobre sem exceções. Cabos de alumínio ocasionam perdas e podem em alguns casos até ocasionar incêndio.

9º Verificar todos os pontos de conexão antes de ligar o sistema

Antes de ligar o sistema pela primeira vez, deve-se verificar todas as conexões do sistema e garantir que todos os cabos estejam bem fixados e conectados corretamente.

Depois de verificar toda a instalação, é indicado ligar o amplificador sem acionar o disjuntor de alimentação HV. Neste momento, iremos verificar se o mesmo está acionando corretamente. Após desligar o remote e acionar o disjuntor do banco de baterias, religue o remote novamente. Estes passos estão bem detalhados no manual do produto.

Após esse processo, aumente o ganho do amplificador para verificar o áudio. Se todas as conexões foram efetuadas conforme o indicado, o seu sistema HV deve estar funcionando perfeitamente.

10º Manutenção e recarga de baterias

A manutenção de um sistema HV é essencial para seu perfeito funcionamento, recomendamos que seja feita uma verificação completa e preferencialmente que essa manutenção seja mensal. Devido ao deslocamento do veículo as conexões se afrouxam naturalmente e por esse motivo devem sempre ser revisados. Devemos sempre recarregar as baterias do sistema HV com equipamentos que sejam de segurança e que tenham isolação da rede elétrica.

VIa:SABrasil




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *