Cuidados e manutenção da suspensão

cuidados com suspensao

Os principais sinais de problemas na suspensão são ruídos e excesso de vibração na direção”, complementa. Entre as consequências, há desgaste excessivo e irregular dos pneus e prejuízo ao conforto e à dirigibilidade – e, neste caso, também da segurança.

“Evite trafegar em vias esburacadas”, diz o diretor de segurança e qualidade veicular da AEA, Marcus Vinicius Aguiar. “Passe por lombadas com o veículo reto. Isso preserva a originalidade da suspensão”, argumenta Caretta.

As peças que formam o conjunto de suspensão são amortecedores, coxins, buchas, bandejas, bieletas, molas, barras estabilizadoras e pivôs. A verificação do amortecedor, item mais importante do sistema, deve ser feita a cada 10 mil quilômetros, em geral. “Fique atento ao que indica a fabricante no manual do proprietário do veículo”, afirma Aguiar.

Entre os defeitos mais comuns estão vazamento do fluido e perda de pressão na absorção de choques, no caso do amortecedor. Nos componentes de borracha, entre as falhas estão ressecamento ou ruptura. Nos articuláveis, o aparecimento de folgas é comum.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *