Como ligar o Alto Falante no módulo Amplificador? | 1 ohm | 2 ohms | 4 ohms

ligação serie e paralelo

Na hora de escolher seus equipamentos para o seu sistema de som automotivo é fundamental verificar se haverá o casamento correto entre os equipamentos, assim não correrá o risco de perder equipamentos, seja por queima ou por perca de potência. Por exemplo: Tenho um módulo de 2 ohms = A Ligação final dos alto falantes tem que resultar em 2 ohms.

Quer aprender como fazer a ligação em série e paralelo para casar a impedância de seus equipamentos. “Clique Aqui

Também reunimos algumas dúvidas comuns sobre o tema:

A impedância do módulo tem que ser igual às bobinas do alto falantes? Ou seja, se eu possuir um módulo de 2 ohms, tenho que comprar alto falantes de 2 ohms?

Não necessariamente. Cada vez que ligamos alto falantes e/ou bobinas de alto falantes juntas, o valor final da impedância muda. O resultado final é o que importa.

O que acontece se eu ligar um módulo com impedância (ohm ou resistência) menor que a impedância final dos alto falantes?

Caso a impedância do módulo for menor, o amplificador perde potência. Quanto maior a resistência (ohms) de diferença entre módulo – alto falantes, mais potência é perdida.
Exemplo:
Módulo 2 ohms + Resultado da ligação dos alto falantes 4 ohms = Perda em torno de 30% – 50%;
Módulo 2 ohms + Resultado da ligação dos alto falantes 8 ohms = Perda em torno de 60% – 80%.

É importante saber também que ao utilizar o módulo com “perda de potência”, não há diminuição do consumo.
Exemplo:
Módulo de 1000 rms ligado “errado” mandando 600 rms = Consumo de 1000 rms e potência de 600 rms.

O que acontece se eu ligar um módulo com impedância (ohm ou resistência) maior que a impedância final dos alto falantes?
O módulo vai ”querer” mandar mais potência para os alto falantes, porém como não foi projetado para isto ele irá desarmar em volumes altos e o risco de queimar o módulo é alto.
Quanto maior a resistência (ohms) de diferença entre alto falantes – modulo, maior o risco de queima.

A utilização de um módulo com impedância maior pode ser utilizada em caso de carros competidores (medição, onde se utiliza o som ao máximo por poucos segundos e com frequências que “alteraram” a impedância), mas não é recomendado para o dia-a-dia.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *