Dicas mecânicas

Câmbio com problemas? Aprenda o que fazer

É muito comum o câmbio do veículo apresentar alguns problemas depois de alguns anos de uso, ou seja, depois que o carro já apresenta com alta quilometragem, isso acontece independente em câmbio manual ou automático. Saiba como proceder para evitar prejuízos maiores.

RUIM DE ENTRAR E RASPANDO

As marchas já não engatam com facilidade ou arranham demais ao serem engatadas? Dois fatores podem contribuir para esse problema, sendo um deles o baixo nível de óleo na transmissão ou sua embreagem pode ter alguma parte danificada.

BARULHO DE TREMEDEIRA NO CÂMBIO

Esse problema geralmente é percebido quando o carro está parado funcionando e começa a surgir um ruído metálico quando se está em ponto morto. Isso indica que algum componente sólido deverá ser trocado. A tremedeira na hora de arrancar da inércia também indica problemas em peças, geralmente na embreagem, no semieixo ou nas homocinéticas. Nesse caso você também deve ir imediatamente para o mecânico de sua confiança

ESCAPADAS

O desengate repentino das marchas, tanto em câmbio manual ou automático, indica que o problema é mesmo nas relações. E você pode ficar na rua a qualquer momento. Se tiver seguro e serviço de guincho use-o. No caso dos câmbios automáticos quanto mais você rodar maior pode ser o dano.

CÂMBIO QUEBROU, E AGORA?

Se o câmbio for automático você pode tentar engatar alguma marcha nos seletores manuais, caso o carro tenha, mas se perceber que ele não responde, não insista. Uma relação quebrada ou fora de lugar pde deteriorar toda a caixa de câmbio. No câmbio manual, você pode tentar encontrar uma marcha engatando todas as posições e levar o carro até um local seguro para que seja rebocado.

CUSTO DOS SERVIÇOS

No caso de câmbios manuais, o reparo de peças do câmbio (não da transmissão) custa em torno de R$ 3 mil. Em câmbios automáticos, os reparos são mais trabalhosos e as peças mais caras. Em carros nacionais a conta vai de R$ 6 mil a R$ 10 mil.